Investimentos imobiliários

Investimentos imobiliários

Você ainda acha que para fazer Investimentos Imobiliários é preciso muito dinheiro?

Este artigo faz parte da série “Invista mais do que 10%”. Hoje vamos falar sobre papéis indexados, os quais são instrumentos para investir em grandes sacos de ações, bônus ou outros fundos.

Os fundos indexados podem estar focados em índices (por exemplo, o S&P 500 ou o DJIA), em empresas de um determinado tamanho (baixa, média ou alta capitalização de mercado), em determinada região do mundo (países emergentes, da Ásia, etc..) ou em setores da economia: o setor imobiliário, o setor de tecnologia, setor de minas e energia, entre muitos outros.

Por que é uma boa ideia investir em fundos indexados?

Os custos de administração são, em média, 0,1%, enquanto que os custos dos fundos ativamente gerenciados (provavelmente como o seu fundo de pensões) pode ser de 2,3 ou 4%. (pode ser muito pior para alguns países).
A diversificação é máxima, não só porque um único fundo pode conter centenas ou milhares de ações, mas porque você pode combinar vários tipos de fundos em seu portfólio.
Ao combinar os tipos de Fundos Indexados que se comportem de forma diferente, você pode produzir uma combinação rentável e segura.
Há fundos que exigem um capital muito baixo para investir em-los: 3000, 5000 USD, em contraposição com dezenas ou centenas de milhares de dólares, se você investir em um apartamento.
Os fundos indexados terem mais liquidez do que um imóvel ou de um certificado de depósito a prazo.
O fundo indexado de hoje: Fundo de Investimento Imobiliário – Vanguard Real Estate Index Fund Admiral Shares (VGSLX)

Por que focalizamos neste fundo?

A finca raiz desde há milênios tem sido um dos ativos mais preciosos. Uma grande parte das guerras são provocadas pela ambição de alguns sobre as terras dos outros. Na idade média se distinguia aos senhores feudais de seus servos, principalmente porque os primeiros eram os donos da terra e os outros eram os que trabalhavam.

Hitler invadiu a alguns países da Europa do Leste em sua incursão à Rússia para obter os grãos que produziam estas terras, para alimentar seus exércitos no avanço para o oriente.

Hoje em dia muitas pessoas continuam dizendo “Eu invisto em tijolos porque eu gosto de poder ver e tocar meu investimento”. Outras dizem: “Invisto em imóveis porque nunca se depreciam”. No ano de 2008, vimos que é possível que os imóveis se depreciam! No entanto, continuam investimentos muito apetecidas. Em algum momento todos nós temos o desejo de tornar-se independente, ter uma família e, para isso, procuramos um apartamento ou uma casa para comprar ou alugar.

E quando fazemos empresas, procuramos um escritório ou em uma área onde trabalhar. Pode ser rentada, pode ser um espaço de Coworking ou comprada a crédito ou de débito.

Da fazenda raiz libertam-se pilhas de negócios: o do crédito, de arrendamento mercantil, o da construção, o imobiliário, entre muitos outros. Daí que uma boa parte da economia gira em torno da fazenda de raiz.

Por que investir através de um fundo e não diretamente em Investimentos Imobiliários?
Um escritório grande nas principais capitais da Europa, os EUA e a América Latina pode estar na casa dos milhões de dólares. De forma semelhante, um empreendimento imobiliário com dezenas de casas ou prédio de negócios.

Daí que fazer um negócio desta dimensão está fora do alcance da maioria das pessoas naturais. Mas através de um fundo REIT (Real Estate Investment Fund ou Fundo de investimento em Finca Raiz em português) é um grande patrimônio para investir em projetos enormes consolidando o dinheiro de muitos investidores. Desta maneira se chega a grandes projetos, que na maioria das vezes são mais rentáveis que os mais pequenos, e se espalha o risco entre vários.

Você pode investir 1.000, 10.000 ou 100.000 EUROS, enquanto que para comprar um pequeno apartamento em Barcelona precisará de 150.000 EUROS em frente.

Rentabilidade do VGSLX

O gráfico a seguir fique ver que, desde que foi criado em 2001, o fundo teve uma rentabilidade de 10,48% anual. Pessoalmente parece-me uma excelente rentabilidade, tendo em conta que, em 2008-2009, houve a grande crise. Em outras palavras, desde a sua criação, teve um crescimento anual de 10,48%, apesar da crise.

Como crescem 10.000 USD
10k em Investimentos Imobiliários 10k em Investimentos Imobiliários[/caption]

Hoje vamos falar de um fundo especial, que se baseia na Propriedade de Raiz.

Se você tivesse investido r $10.000 em junho de 2009, este fundo imobiliário, em junho de 2019 teria quase 44.000 DÓLARES, ou seja, um crescimento aprox. de 15,5%.

É importante lembrar que em 2009 estava tocando fundo a economia, e em especial o setor imobiliário, depois da grande crise financeira. Não é prudente esperar que os próximos anos sejam iguais.

Quais setores compõem o VGSLX?

Na lista a seguir, você pode ver os tipos de investimentos imobiliários que compõem o VGSLX:

Fundos de imóveis diversificados, hospitalares, hotelaria, escritórios, industriais, serviços imobiliários, entre muitos outros.

É dizer, se bem que este fundo está focado na fazenda de raiz, está bastante diversificado em relação aos diferentes tipos de imóveis e desenvolvimentos e serviços imobiliários.

Isto é muito importante, já que, se por algum motivo o sector da habitação cai, há muitos outros setores imobiliários institucionais que compensam o desempenho: hotéis, industrial, saúde, varejo, etc.

Empresas e Fundos que compõem o VGSLX

Você pode até analisar o detalhe dos fundos e empresas que compõem o fundo. Na lista a seguir, você pode ver os 10 principais componentes do fundo, que constituem o 42,10% de todo o fundo.

Nota de aviso:

Neste artigo apresento as rentabilidades que apresenta Vanguard, o administrador do fundo. Se bem que este fundo teve um retorno de 14,58% nos últimos 10 anos, isso NÃO quer dizer que será a mesma rentabilidade para o futuro. É muito importante que você tenha claro que os históricos de rentabilidade NÃO são uma projeção para o futuro de seu investimento.

Camaleão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *